História do Clube Académico da Feira

O clube foi fundado em Março de 1972 no lugar do Montinho, na então Vila da Feira, por António Santos, Rufino Ribeiro, Américo Silva, Fernando Sousa, Agostinho Pinho, Armando Valente “Sobreiro”, David Ferreira, Carlos Fonseca, Manuel Gesteira, Betinho, Domingos Oliveira e Manuel Brasileiro, com a designação de Texas Futebol Clube.

No início foi proposto a côr branca para as camisolas e para os calções, sendo assim aprovado o primeiro equipamento do clube. A primeira competição em que o clube participou foi o 1º Torneio de Futebol Amador dos Padres Passionistas, na Cruz, Vila da Feira, em 1974, torneio que venceu. O primeiro treinador da equipa de futebol do clube foi Artur Rocha.

No Torneio do C.D. Tarei foi adoptado o novo equipamento, a côr preta para as camisolas, mantendo-se a côr branca para os calções.

Em 1976, no Torneio de Futebol Amador do C.D. Feirense, o Texas adoptou definitivamente para equipamento principal a côr amarela para as camisolas e a côr verde para os calções. Manteve no entanto para equipamento alternativo as camisolas de côr preta e os calções de côr branca.

Nesta altura o Texas adoptou para emblema "O Cavalo a Dominar a Bola". O Cavalo representa a nobreza, lealdade, agilidade e a força.

Em 1980 o clube inscreveu-se pela primeira vez no Campeonato Distrital de Futebol do Inatel, sagrando-se logo Campeão Distrital em 1980/81, repetindo o feito na época seguinte de 1981/82. O clube competiu em representação da Casa do Povo da Feira. O primeiro jogo oficial do clube a contar para o campeonato do Inatel realizou-se em Novembro de 1980 em Pedorido, Castelo de Paiva, em que o Texas empatou a três golos com a equipa do Raiva. O Texas no primeiro ano do Distrital venceu também a Taça de Disciplina.

Ainda em futebol amador o clube teve 2 participações no Campeonato Nacional do Inatel em 1980/81 e 1981/82. Foi finalista da Zona Norte na época de 1980/81.

A equipa de futebol utilizava principalmente o Campo dos Padres Passionistas no lugar da Cruz na Vila da Feira e posteriormente também utilizou o Campo do Tarei, o Campo do Mosteirô, o Campo do Soutense e o Parque de Jogos de Sanfins.

Em 1 de Setembro de 1981, iniciou-se no ringue da Vila Nova, no lugar do Cavaco, em Santa Maria da Feira, a modalidade de Hóquei em Patins, sendo o seu grande impulsionador Fernando Santos “Quintino” e o seu primeiro treinador Fernando Azevedo. O primeiro jogo oficial de hóquei em patins foi realizado em 17 de Outubro de 1982. O clube, no início e durante algum tempo, utilizou e efectuou os jogos em casa no pavilhão de S. Paio de Oleiros. Também utilizou os pavilhões do antigo Liceu da Feira, do União de Lamas e do União de Bancos de Vila Nova de Gaia.

Em 6 de Maio de 1982 efectuou-se a escritura de constituição da colectividade com a denominação de Texas Futebol Clube da Feira.

Em Outubro de 1984 o clube, ainda como Texas, começou a utilizar o Pavilhão Municipal da Lavandeira em Santa Maria da Feira.

Em 3 de Janeiro de 1985 foi alterada em escritura a denominação da colectividade para Clube Académico da Feira.

Em 1987, depois de muita polémica, a modalidade de hóquei em patins do clube transitou da Associação de Patinagem do Porto para a Associação de Patinagem de Aveiro.

Em 1988, na passagem do 16º aniversário, o clube organizou um grande festival desportivo e cultural.

Na época de 1988/89 o clube conquistou o primeiro título distrital nas camadas jovens em hóquei em patins, no escalão de Juvenis.

Em 1989/90 foi criada a primeira equipa de seniores de Hóquei em Patins.

Na época de 1991/92 o clube sagrou-se Campeão Nacional da 3ª Divisão de Hóquei em Patins, subindo pela primeira vez à 2ª Divisão Nacional.

Em 1992 arrancou o Atletismo no clube. Ainda nesta modalidade, o clube foi o organizador das duas primeiras edições da Corrida do Castelo em 1998 e 1999 em Santa Maria da Feira.

Em 1996 foi apresentada a primeira equipa feminina de hóquei em patins do clube.

Em Junho de 1997, integrado nas comemorações dos 25 anos, o clube organizou no Pavilhão da Lavandeira um grande torneio de Hóquei em Patins com 24 equipas de diversos pontos do país, em todos os escalões jovens e feminino, exibições de patinagem artística, também um torneio de futebol amador e uma prova de atletismo em Santa Maria da Feira.

Em 1998 arrancou uma nova modalidade, o Ténis, tendo o clube organizado alguns torneios nos courts da Lavandeira.

Em 2004 o clube arrancou com a modalidade de Futsal, no qual se sagrou Vencedor do Campeonato Distrital da 2ª Divisão, Zona Norte, na época de 2004/05, subindo à 1ª Divisão Distrital da Associação de Futebol de Aveiro.

Em 6 de Abril de 2007 o Clube Académico da Feira assinalou o seu 35º aniversário com 24 horas consecutivas a patinar no Pavilhão da Lavandeira.

Actualmente encontram-se inactivas as modalidades de Futebol Amador, Atletismo, Futsal e Patinagem Artística.

Nas modalidades de Hóquei em Patins o clube utiliza o Pavilhão da Lavandeira em Santa Maria da Feira, com lotação para 528 lugares sentados e no Ténis utiliza os courts do Parque Desportivo da Lavandeira.

Em 2010 o Clube Académico da Feira foi reconhecido como Instituição de Utilidade Pública.

Presentemente, na época de 2017/18, o Académico da Feira tem em actividade, no Hóquei em Patins, tem ainda em actividade a Escola de Patinagem Artística, Taekwondo e Ténis.